Campanha da Copa do Mundo 2019 em Manaus não tem apoio ou parcerias com a SEJEL do Amazonas

Ontem a nossa embaixadora em Manaus, Katia Brasil, nos contou que a Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer do Estado do Amazonas fez uma divulgação no site oficial afirmando que estava apoiando a nossa campanha. Isso é mentira, Nós, da PEITA e a Katia, não temos qualquer ligação com eles ou qualquer outro órgão público do Brasil.

A campanha da Copa Mundo 2019 foi toda criada e colocada em pé por mulheres. Desde as manas que estão com a gente aqui na PEITA, até as mulheres maravilhosas do Joga Miga que estão conosco desde o início, mapeando embaixadoras pelo Brasil, coletivos, produtoras, militantes solos e proprietárias de bares. Elas mulheres, de forma independente, abraçaram a nossa ideia e deram visibilidade  para as jogadoras da nossa seleção, realizando eventos com transmissões ao vivo, que bombaram e foram destaque na mídia nacional.   

( - ) 

Nota de esclarecimento

A coordenação da campanha "Jogue como uma Garota Manaus", que está motivando as torcedoras da Seleção Brasileira Feminina, que disputa a Copa do Mundo da França, vem a público esclarecer que a torcida foi idealizada pela marca-protesto Peita, de Curitiba, com o objetivo de ser uma campanha privada e independente do poder público, para provocar a indústria e o comércio a se mobilizar para criar outras torcidas de mulheres em seu estabelecimentos, dando maior visibilidade ao papel da mulher no futebol.

A torcida quer provocar também o poder público a decretar o ponto facultativo nos dias dos jogos da Seleção, garantindo assim a equidade e mesmo espaço tal qual acontece nas copas masculinas.

Informamos, portanto, que não temos vínculos ou apoios e parcerias com nenhum órgão governamental do Amazonas, nem mesmo a Secretaria de Estado da Juventude, Esportes e Lazer – SEJEL, devendo ser considerada distorção qualquer informação que faça esse tipo de referência.

A Peita convidou feministas, envolvidas na defesa e no combate da violência contra mulher, para serem embaixadoras. Em Manaus, a embaixadora estabeleceu parcerias com as organizações feministas e movimentos sociais: Instituto Mana; partidAmazonas; Miga sua Lôca Cultura Diversidade, Humaniza Coletivo Feminista – Violência Obstétrica Manaus.

As coordenadoras convidaram a direção do bar Espaço Cultural Curupira Mãe do Mato para sediar as transmissões ao vivo dos jogos da Seleção Feminina.

Manaus, 10 de junho de 2019
Kátia Brasil
Embaixadora da torcida "Jogue como uma garota Manaus"

Apoiam esta nota:
@Movimento de Mulheres Negras da Floresta - Dandara
@Espaço Feminista Uri Hi
Coletivo Lélia Gonzalez
@Rede Nacional de Mulheres Negras no Combate a Violência
Agência Amazônia Real
Designer Karina Gallon, PEITA
Feminista Nancy Renee Rolon, de Curitiba (PR)
T. R. E. T. A A KOLETIVA
Feminista Cynthia J Luna Montalbetti @Chichi, Foz do Iguaçu (RS)
Feminista Mariane Hara, de Londrina (PR)
Feminista Érika Feller, de Curitiba (PR)
PLP/AM Heidy Anny Nogueira
Movimento de Mulheres Solidária do Amazonas (Musas)
Fórum Permanente das Mulheres de Manaus (FPPM)
Articulação de Mulheres Brasileiras (AMB)

**

Encontre todas as informações e cobertura em tempo real da Copa do Mundo aqui e nos perfis das coordenadoras:
@putapeita
@amazoniareal
@curupiramaedomato
@oinstitutomana
@humanizacoletivo
@partidAmazonas
@migasualocaculturadiversidade
@jogamiga
@joguecomoumagarotamanaus

Deixe um comentário