Nossos corpos também precisam ser valorizados e respeitados! por Carol Constantino

Kim Kardashian é uma famosa socialite, que se destaca na indústria da moda, na televisão e por todo lugar onde passa. Com mais de 120 milhões de seguidoras e seguidores em seu Instagram (@kimkardashian), ela posta fotos e recebe muitos elogios devido à sua sensualidade e beleza indiscutíveis.

Foi o que aconteceu quando ela postou uma linda fotografia, digna de ser comparada com uma obra de arte, na qual exibe um olhar intenso, seu "corpo perfeito" e cheio de curvas, cobrindo apenas suas partes íntimas com um pequeno lenço e parte dos seios com suas mãos.

Depois de ver essa imagem, a influencer estadounidense, Alex Danci, postou, em sua rede social (@wheelchair_rapunzel), reprodução da mesma cena, trazendo apenas uma pequena diferença: ela é uma mulher com deficiência e, no lugar do “corpo perfeito", ela exibiu seu corpo real e cheio de amor próprio.


Porém, diferentemente do que aconteceu com Kardashian, a foto de Alex foi denunciada e censurada pela equipe do Instagram, que alegou que a imagem violava os termos de nudez e pornografia.

Inconformada, Alex postou novamente a fotografia, mas, dessa vez, com uma pequena censura, para não ser apagada, e, na legenda, desabafou sobre o ocorrido:

"...Em 20 de outubro de 2018 postei esta foto, sem censura. Apenas algumas horas depois de postá-la, o Instagram a excluiu, alegando que eu violava os ‘termos de nudez e pornografia’. Na minha foto meus mamilos e genitália estavam totalmente cobertos como os de Kim - praticamente a mesma foto. (...) [o Instagram informou que] a foto de Kim não havia violado nenhum termo. Como pode ser? Como minha foto violou os termos de nudez e a dela não? Se isso aconteceu por eu ser uma mulher com deficiência/com um corpo com deficiência ou porque Kim é uma celebridade e eu não sou .. não é certo! Ao Instagram deletar essa foto, eles estão impedindo pessoas como eu de trazerem a representatividade para corpos com deficiência e empoderar pessoas com corpos de TODOS os tipos para se sentirem sensuais e confiantes com sua existência.

Eu coloquei a censura nesta foto para que o Instagram não a apagasse novamente ou potencialmente desativasse minha conta. Eu não deveria ter que fazer isso porque alguém estava desconfortável em olhar para o meu corpo. Eu mereço o mesmo direito que Kim de ter minha foto original. Mandei uma mensagem para o Instagram pedindo-lhes para colocar minha foto original de volta ... mas não tive retorno.

(...) Vamos continuar a LUTA para mostrar ao mundo todo que corpos com deficiência existem SIM e que eles são SENSUAIS e devem ter direitos iguais nas mídias sociais. Eu continuarei dando poder a todas as pessoas para se sentirem belas em sua pele. A representação é importante. Vamos explodir essa merda..."
Alex Danci - tradução Carol Constantino.

Aline Carvalho também é uma mulher com deficiência e, em sua rede social (@carvalholine), ela diz não concordar com a censura do Instagram: "...infelizmente o corpo da mulher com deficiência ainda é visto como uma santidade e pureza em que a sociedade prega que ele não pode ser visto, tocado e não pode ser considerado sexy. Extremamente chateada com a atitude infeliz do Instagram... Nosso corpo é normal, nosso corpo também tem beleza. É por isso que eu incentivo mulheres cadeirante a amar os seus corpos e buscarem a sua sensualidade, e se valorizar e mostrar o seu poder ao mundo".

A cada quatro mulheres, uma tem deficiência e, mesmo assim, seguimos invisibilizadas devido ao grande preconceito contra nossos corpos. Precisamos normalizar e valorizar os corpos com deficiência, para que assim sejam respeitados, vistos como belos e exaltados em sua beleza.


-------------------------
Carol Constantino é estudante de Serviço Social, blogueira e cadeirante desde pequena, pois nasceu com atrofia muscular. Em seu blog ela compartilha tudo que diz respeito aos cadeirantes e outras deficiências. Além de postar também, histórias de outros cadeirantes do Brasil inteiro. Siga no INSTAGRAM , curta sua página no FACEBOOK e acesse o BLOG.

Ilustração Thállaty Guilherme. Fotos retiradas do blog Wheel Chair Rapunzel.

Deixe um comentário